Escrito por Valentina De Andrade   
Quinta, 13 de Maio de 2010 19:02

 

MEU LAR.

 

Chegamos, e outros filhos me esperavam. Foram momentos culminantes de felicidade partilhada entre lágrimas, beijos e abraços que se fundiram em agradecimentos dirigidos ao Pai. Feliz e saudosa percorri minha casinha, onde encontrei tudo ordenado como sempre esteve, mais um primoroso ramalhete de boas-vindas. Olho como se primeira vez, meu jardim florido, os chafarizes e a escadaria da entrada. Observo a grande sala, meu piano, móveis, bibelôs, quadros e cortinados, ao tempo que retribuo os festejos dos meus animaizinhos.

 

 

 

Exaurida pelo vivenciado e deixado para trás, recosto-me sobre a cama acobertada pelos meus macios lençóis, conseguindo dormir por três ininterruptas horas.
Aconselhada por meu advogado, outorgo uma entrevista exclusiva que decido ser para o Jornal de Londrina (14 de Dezembro de 2003), que a publicou com exatidão e cuja edição esgotou-se rapidamente.

 



Actualizado: Segunda, 29 de Outubro de 2018 20:09
 
Banner